Kenda Kwest II – A vingança

Lá se vai mais um pneu, com menos de 500km rodados.

Eu devo ser vidente, pena que não acerto os números da mega sena!
Ainda esses dias eu estava comentando sobre os pneus da Kwest da Kenda que uso na minha bike. Comentei que os achavam moles de mais e que a lateral do pneu era muito frágil. Parecia até um presságio do que aconteceria ontem a noite comigo.

Estou eu andando pela ciclovia escutando aquele característico som de aro desalinhado raspando nas pastilhas de freio… o toc.. toc… toc… Fiquei encucado com aquilo, pois não via o aro balançando de um lado para o outro, característica de bike andando com o aro torto ou descentralizado. Então parei e rodei a roda com a mão para a triste constatação: a lateral do pneu rasgou!

Putz, que inferno! Ciclovia vazia, dessa vez com a iluminação funcionando, ritmo entre 25 e 30 km/h como eu queria e a droga do pneu resolve se abrir todo.
Bem, não tem jeito, pneu da frente amigo, se estourar é chão. Então baixei a pressão dele e fui para casa matutando onde comprar durante meu dia de trabalho no centro do Rio um pneu.

Resumo do rolézinho de ontem a noite encurtado pelo pneu rasgado:

Distância: 10,68km
Tempo: 35min11seg
Vel. Max.: 28km/h
Vel. Med.: 18,20km/h
Tipo: Rua + circuito fechado (ciclovia)
Odômetro: 675km
Clima: Limpo 26°C sem vento

Sobre jeanjmichel

Analista de sistemas, casado, pai de gêmeas, ciclista amador, professor Padal nas horas vagas e viciado em tecnologia ;)
Esse post foi publicado em por aí. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s